Foto: Pedro Durán/CBN

No último domingo, um casal de jovens foi encontrado morto a tiros em um quarto de hotel na região da Avenida Paulista, em São Paulo. As evidências apontam para o fato de que Luís Fernando Gauy Kafrune, de 19 anos, atirou em Kaena Novaes Maciel, de 18, e depois suicidou. Após investigação da área, porém, de acordo com reportagem do portal G1, a polícia encontrou diários, agendas e papeis manuscritos que mencionam suicídio. A polícia, então, investiga se houve um pacto de morte entre o casal.

Os cadernos foram achados no quarto 1509 do hotel Maksoud, onde o casal, que teria reatado recentemente, foi encontrado morto. Como parte da investigação, as redes sociais de Luis e Kaena foram rastreadas e um perfil do casal deve ser traçado a partir de depoimentos de familiares e amigos.

Além disso, as câmeras de segurança do hotel também estão sob investigação. Em nota, a assessoria de imprensa do Maksoud Plaza informou que “está colaborando com as autoridades competentes envolvidas no caso”.