Lava Jato: Gleisi Hoffmann pode sofrer ação de improbidade

10

Membros da “Lava Jato” pediram ao Superior Tribunal Federal (STF) uma lista com nomes dos parlamentares envolvidos com o caso da Petrobrás, que levou Antônio Palocci para a cadeia na manhã desta segunda-feira (26). Aparecem listados, Gleisi Hoffmann (PT-PR), Fernando Collor (PTC -AL) e João Pizolatti (PP-SC), entre diversos outros nomes aos quais aparece também o ex-ministro Paulo Bernardo, marido de Hoffmann.

Ministério Público quer abrir inquéritos contra as pessoas listadas no âmbito civil, para abrir processo de improbidade contra esses parlamentares. Há ainda outros nomes do PT envolvidos, como é o caso de Vander Loubet (PT-MS) e um outro nome paranaense na listagem, Nelson Merer (PP-PR).

Ação de improbidade deve ser confirmada até o meio da semana, invalidando assim os mandatos vigentes dos parlamentares.

"Lava Jato" pode chegar na família de Gleisi (Foto: Reprodução)
“Lava Jato” pode chegar na família de Gleisi (Foto: Reprodução)
COMPARTILHAR