Connect with us

Curitiba e região

Jovem morta em Campo Largo foi vítima de crime passional, diz polícia

Luana Caroline Mangaton foi encontrada morta, na segunda-feira (8), com sinais de estrangulamento. Polícia já ouviu 12 pessoas.

Publicado

em

Luana Caroline Mangaton, de 24 anos, foi encontrada morta na segunda-feira (8) (Foto: Reprodução/RPC)

Luana Caroline Mangaton, de 24 anos, foi encontrada morta, com manchas vermelhas no pescoço, dentro de um carro no bairro Itaqui de Cima, em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, na segunda-feira (8). A polícia está investigando o caso e já ouviu 12 pessoas.

O delegado responsável, Cassiano Aufiero, afirmou que, “com os elementos que temos até agora, sem os laudos, o indicativo de que tenha sido um crime passional é muito forte“. A polícia não deu mais detalhes sofre as investigações, que correm em sigilo, mas disse que estão em estado avançado.

“Haviam mensagens recentes que foram apagadas. Havia uma pessoa com quem ela estava se relacionando. Então, são fatos que vão se somando a outros que as testemunhas vão nos passando”, explicou o delegado. Todas as testemunhas disseram à polícia que Luana estava muito nervosa no dia anterior ao crime e que a jovem saiu de casa antes do horário normal alegando que daria carona a uma amiga. Segundo Aufiero, “a chance de essa pessoa com quem ela ia se encontrar ter algum envolvimento na morte é grande. É uma situação que nós não descartamos”.

O corpo de Luana tinha sinais de estrangulamento. O corpo e o carro estavam parcialmente queimados.

Carro estava parcialmente queimado (Foto: Reprodução/RPC)

 

Publicidade
Comente

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar
avatar

EM 24H: