Conectar com

Litoral

Vereador de Matinhos é acusado de assédio sexual

Vereador Gerson Junior (PPS) sugeriu que se jovem transasse com ele, conseguiria emprego

Publicado

em

Vereador Gerson Júnior - Foto: Divulgação

O presidente da Câmara Municipal de Matinhos, Gerson da Silva Júnior (PPS), está sendo acusado de assediar sexualmente uma mulher em troca de emprego.

Imagens divulgadas nas redes sociais mostram conversa entre o vereador a jovem Thais Camargo, moradora da cidade. Nas mensagens, Gerson solicita que ela envie fotografias sem roupa, ou tenha relações sexuais com ele, em troca de indicações para vagas de trabalho.

Entrevistada pelo Diário 24h, Thais confirma os fatos:

“Pedi pra ele que indicasse meu nome a empresários, a fim de conseguir um emprego. Então ele passou a pedir que eu enviasse imagens peladas e chegou a me enviar uma fotografia sua excitado”, relatou.

Thais disse que se sente constrangida, e não tinha a intenção que o fato se tornasse público:

“Eu não divulguei essa conversa. Isso foi exposto sem autorização na internet. Eu jamais colocaria a imagem do meu filho dessa forma. Estou sendo acusada e difamada na rua por conta dessa exposição”, concluiu, referindo-se a criança que aparece em uma das mensagens.

Questionada se a conversa realmente existiu, em contraponto ao fato apresentado pelo vereador Gerson, ela foi enfática:

“Existiu e eu tenho como provar” – rebateu, mostrando um áudio onde Gerson Júnior diz estar “excitado”

Ela também registrou boletim de ocorrência Delegacia de Polícia Civil de Matinhos a fim de resguardar sua integridade. A reportagem obteve acesso ao documento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Montagem

Procurado, o presidente da Câmara de Matinhos, fisioterapeuta Gerson Junior, disse que as mensagens são falsas. Através de seu perfil no Facebook, ele justificou o vazamento afirmando que a motivação se deu por fatos políticos.

Gerson cita como exemplo, supostas irregularidades em uma escola municipal da cidade, descobertas por ele, e que teriam sido o estopim para o escândalo:

Após vistoriar várias escolas do Município descobri que os prédios não sofrem manutenção adequada, mesmo existindo uma planilha de investimento em reformas […] É certo que estas denúncias causaram indignação ao Poder Executivo Municipal, que através do seu principal gestor resolveu atacar pessoalmente minha família.

Ele continua:

Eu tinha ciência das retaliações que eu poderia sofrer, mas jamais imaginava que alguém seria capaz de chegar tão baixo, manipulando material pornográfico e ofensivo contra minha pessoa.” desabafa.

Gerson é casado e pai de três filhos ainda menores de idade.

Publicidade

EM 24H: