Conectar com

Londrina e região

Mulher presa após morte de enteado de três anos deixa a cadeia

Juíza considera que a mulher não tem antecedentes criminais e nem representa perigo, por isso recebeu liberdade provisória para responder ao inquérito fora da cadeia.

Publicado

em

DIÁRIO 24H
ARAPONGAS

A mulher presa após a morte do enteado de três anos, em 21 de novembro, deixou a cadeia de Arapongas, no norte do Paraná, na manhã desta terça-feira (5).

Segundo relato do pai à polícia, a criança tinha ficado sob os cuidados de sua companheira, mas quando ele chegou em casa, por volta das 17h30, encontrou o filho sozinho e ferido. O socorro foi chamado, mas o menino não resistiu.

A polícia havia estabelecido fiança de R$ 10 mil pelo fato de ela não ter antecedentes criminais, mas a Justiça entendeu que a mulher não tem condições financeiras de arcar com o valor.

Além disso, Renata Fantin, juíza da 2ª Vara Criminal de Arapongas, também considerou desnecessário manter a suspeita presa. Para ela, a mulher não tem antecedentes criminais e nem representa perigo, por isso recebeu liberdade provisória para que possa responder ao inquérito fora da cadeia.

Presa em flagrante, a suspeita de 36 anos foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. A pena para o crime pode ser de um a três anos de prisão.

O Ministério Público pediu que ela seja enquadrada em abandono de incapaz com resultado de morte. Neste caso a pena pode chegar a 12 anos de prisão.

Publicidade
Comentários

Deixe um comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notificar
avatar
wpDiscuz

EM 24H: