Foto: Reprodução / Youtube

O ex-prefeito de Londrina Alexandre Kireeff estuda a possibilidade de se filiar ao Partido Novo, legenda criada oficialmente em 2015 e representado pelo número 30. “Eu estou analisando esta hipótese, sim”, admitiu.

Apesar do namoro com o 30, Kireeff ainda não descarta possibilidade de migrar do PSD para o Partido Verde (PV), assim como não afasta a ideia de uma pré-candidatura ao governo do estado.

Recém-criado em Londrina, o Novo tem entre os seus filiados Alexandre Kireeff Filho. Atualmente “Kireeffinho” mora em São Paulo e, de acordo com seu pai, não deve disputar as eleições no ano que vem.

Filiados

Outros filiados ao Novo são o advogado Ronan Botelho (ex-diretor da Câmara de Vereadores de Londrina), a engenheira da Cohab de Londrina, Hisae Gunji; e o professor de Comunicação Social, Álvaro Pereira.

Direita Liberal

Segundo o Wikipédia, o Partido Novo é uma legenda “de direita ideologicamente alinhado ao liberalismo, tendo sido fundado por pessoas sem carreira política e teve seu registro deferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em 15 de setembro de 2015”.

Sem carreirismos

Engenheiro, consultor e professor universitário, o presidente do Novo no Paraná, Ubiratan Vieira Gimarães (de Curitiba) sustenta que o partido não admite o uso de verbas públicas para a política (nem mesmo do fundo partidário) e tem severas restrições às alianças políticas.

Segundo Ubiratan, o propósito é fugir dos modelos políticos vigentes, onde os partidos tem um cacique ou dono. “Somos contra o carreirismo político, a gente entende que os partidos devem ser movidos pelas ideias,valores e princípios não ficar atrelados, a pessoas, celebridades ou salvadores da pátria”.

Como liberal, ele defende um Estado enxuto e que a iniciativa privada deve estar à frente da questão econômica em um mercado livre. A nova legenda tem reunião agenda para dia 19 de abril em Londrina. / BLOG BICHO PAU

(Por Lino Ramos)